Você está em: home » biografia » texto  
Carlos Lyra
50 anos de música


Como se determinaria o ano marco da carreira de um artista da música? A primeira gravação, o primeiro disco, a primeira apresentação? Mas para um compositor, nada é mais importante do que sua primeira composição, ainda mais quando esta é interpretada, até hoje, por artistas como Caetano Veloso e Danilo Caymmi, para citar as mais recentes gravações. E é assim com QUANDO CHEGARES. Primeira música e letra de Carlos Lyra, composta em 1954, seguida de outras, do mesmo ano como MENINA, BARQUINHO DE PAPEL, SÓ MESMO POR AMOR, AONDE ANDOU VOCÊ e CIÚME. Foi o passo inicial de uma carreira que abrilhantou a música do Brasil e a elevou, com a Bossa Nova, à categoria internacional.

Nesses 50 anos, lançou 29 discos entre CDs e vinis, sem contar as compilações. Representou o Brasil em vários eventos internacionais, escreveu 3 livros, teve uma filha e plantou várias árvores.
Ensinou violão em sua academia, se apresentou em incontável número de shows, escreveu, dirigiu, montou e foi premiado com peças teatrais adulto e infantil, no Brasil e exterior. Musicou Millôr Fernandes, Lope de Vega, Dias Gomes, Augusto Boal e Nikolai Gogol, para citar alguns. Fundou o CPC da UNE, foi diretor musical da Rádio Nacional, viveu em auto-exílio por mais de 8 anos, fez música para filmes premiados na Alemanha, Itália e Brasil. Atuou em filmes longa metragem e foi gravado por centenas de músicos, compositores e intérpretes de todo o mundo. Fora o prazer de ter como parceiros: Ronaldo Bôscoli, Geraldo Vandré, Chico de Assis, Oduvaldo Vianna Filho, Daniel Caetano, Carlos Fernando Fortes, Maria Clara Machado, Gianfrancesco Guarnieri, Nelson Lins e Barros, Francisco Cervantes, Kate Lyra, Marino Pinto, Vinicius de Moraes, Jésus Rocha, Norman Gimbel, Ruy Guerra, Heitor Valente, Chico Buarque, Paulo Cesar Pinheiro, Zé Keti, Millôr Fernandes, Daltony Nóbrega, Dolores Duran, Castro Alves, Machado de Assis, John Court, Paulinho Tapajós, Roberto Menescal e Joyce.

50 Anos de Música. 50 anos que não podemos deixar de comemorar. Para isso, preparamos este show, no Canecão no dia 17 de março de 2004, onde seus amigos como Chico Caruso, Emílio Santiago, Ivan Lins, João Donato, Leila Pinheiro, Leny Andrade, Leo Gandelman, Marcos Valle, Miúcha, Os Cariocas, Quarteto em Cy, Roberto Menescal, Toni Garrido, Wanda Sá, a filha Kay Lyra e o sobrinho Cláudio Lyra o homenageiam, interpretando seus maiores clássicos, além de composições esquecidas no passado e algumas inéditas, fazendo um apanhado geral de sua carreira nesses 50 anos.

Este show, originou o DVD “Carlos Lyra – 50 Anos de Música”, lançado pela Biscoito Fino em agosto de 2005.

Magda Botafogo

Buscar Músicas