Você está em: home » biografia » cronologia do intérprete  
1978
- Estréia do show E no entanto é preciso cantar, no Teatro da Lagoa.
- Participa do Disco de Comemoração aos 20 Anos da Bossa Nova (WEA), com as músicas “Se é tarde me perdoa”, “Minha namorada”, “Primavera” e “Marcha da quarta-feira de cinzas”.
- Lançado o Fascículo com um LP “Carlos Lyra e a Bossa Nova – Nova História da Música popular brasileira” pela Abril Cultural.

1979
- Participa do Congresso da UNE, em Salvador, onde dirige um coro de estudantes que entoam a 5000 vozes o Hino da UNE de sua autoria e de Vinícius de Moraes.

1981
- Apresentação do show E no entanto é preciso cantar, no Teatro lpanema.
- Estréia do show Equinócio de primavera - Solstício de verão no Teatro do Planetário – Rio de janeiro.

1983
- Estréia com o Trio Tamba, o show "25 Anos de Bossa Nova", no Teatro Tereza Raquel.
- Lançado o Fascículo com um LP “Carlos Lyra, Bôscoli & Menescal – História da Música popular brasileira” pela Abril Cultural.

1984
- Estréia o show solo "25 Anos de Bossa Nova" no Teatro dos Quatro.
- Apresentação na Biblioteca do Congresso Nacional em Washington, D.C.
- Grava para a Manchete o programa Bar Academia com participações de Emílio Santiago, Caetano Veloso, Jair Rodrigues, Alcione, Maria Creusa, Nara Leão, Tamba Trio, Lucinha Lins e Céu da boca. Apresentação de Walmor Chagas e direção geral de Maurício Sherman.

1985
- Show "25 Anos de Bossa Nova" estréia no Teatro Cultura Artística em São Paulo.

1986
- Participa do Sétimo Carrefour Mondial de la Guitare na Martinica.
- Show "25 Anos de Bossa Nova" estréia no Jazzmania – Rio de Janeiro e ganha gravação ao vivo, lançada pela 3M.

1987
- Apresentações na Espanha com Caetano Veloso, Toquinho, e Nana Caymmi.

1988
- Apresentações no Japão com Leila Pinheiro e Quarteto em Cy.

1989
- Apresentação do show “25 anos de Bossa Nova” pelo Brasil.
- É lançada a coletânea “Era uma vez a história...” pela Continental - Brasil

Buscar Músicas
 
 
Página 3 de 51 2 3 4 5 versão para download »